Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Expressão da Imaginação

Aqui solto a minha mente, para que ela possa sobrevoar os céus dos sete mares. Não posso especificar ao certo o que vou abordar aqui, pois a vida é tudo menos previsível. Mas fica um pouco e deixa te perder...

Expressão da Imaginação

Aqui solto a minha mente, para que ela possa sobrevoar os céus dos sete mares. Não posso especificar ao certo o que vou abordar aqui, pois a vida é tudo menos previsível. Mas fica um pouco e deixa te perder...

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Adeus, melhor metade de mim.

xavier-sotomayor-192007.jpgProcuro uma música que me acolha. Uma música que me acolha nos teus braços. Algo que me diga tudo aquilo que eu queria dizer, e algo que me ajude a tudo o resto entender. Tudo isto enquanto me recebes de volta, com um abraço apertado. Tu seguiste em frente rapidamente, afinal é disso que se trata quando te substituem, trata-se de rapidez… Mas eu continuo aqui parada, à espera que olhes para trás e te arrependas. Não quero que te arrependas do que fizeste até hoje, quero que te arrependas de não me teres trazido nessa jornada contigo. Quero que te arrependas por teres desistido de mim e da minha história, de mim e dos meus problemas. Na prateleira, onde guardo o livro da tua passagem pela minha vida, mantenho-o aberto para que não acabe. Quero outro capítulo, não sinto que isto tenha sido suficiente. Afinal jamais eu pensaria o estrago que uma discussão poderia fazer… Mas a culpa não é de nenhuma das partes, cada parte teve o seu contexto, aquilo por que estava rodeada, cada parte teve algo que levou ambas ao precipício que levou. E ainda assim, eu só queria que me desses uma oportunidade, de me explicar e de te ouvir. Ambos os lados têm culpa, mas ambos os lados estão livres dela. E é nesta complexidade que eu me perco, por entre tragédias e baladas… Queria que percebesses que estou de braços abertos para chegarmos a um acordo, um acordo feito de cabeça limpa, um acordo sem cabeças quentes. Foi isso que nos destruiu, a panela de pressão onde a água já fervia. Preocupámo-nos mais com os conflitos e o nosso próprio egoísmo do que qualquer outra coisa. Preocupámo-nos com o que nos convinha. Eu perdi a melhor metade de mim… Mas agora venho tarde e a porta está fechada, a casa está vazia e só posso deixar um recado escrito. Quando o vires também será tarde pois eu própria também já terei partido.

 

Photo by Xavier Sotomayor on Unsplash

1 recado

deixar recado neste texto