Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Expressão da Imaginação

Aqui solto a minha mente, para que ela possa sobrevoar os céus dos sete mares. Não posso especificar ao certo o que vou abordar aqui, pois a vida é tudo menos previsível. Mas fica um pouco e deixa te perder...

Expressão da Imaginação

Aqui solto a minha mente, para que ela possa sobrevoar os céus dos sete mares. Não posso especificar ao certo o que vou abordar aqui, pois a vida é tudo menos previsível. Mas fica um pouco e deixa te perder...

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Lamentações mal entregues.

jeremy-bishop-266162.jpg

Lamento. Lamento as mágoas que contigo partilhei. Lamento os tormentos que só a ti te entreguei. Lamento. Lamento os desabafos que coloquei nas tuas mãos. Lamento as minhas dores, as minhas palavras, os meus desassossegos e as minhas lágrimas. Lamento o meu pessimismo que te consumiu. Lamento as nuvens que o teu céu cobriu. Lamento não te ouvir, não ouvir os teus conselhos e as palavras de ânimo, que tu aclamas como eu as desprezei. Lamento tanto, tanto mal que, mesmo não vendo, te causei. Lamento o tempo que te tirei, lamento todas as vezes que te incomodei. Mas lamento, lamento muito, muito mesmo, lamento a minha falta de amor próprio que te enche com pedidos de desculpas. Por isso eu desculpo-me. Desculpo-me por te amar, por apreciar quem és, não devia rebaixar-me a gente como tu. Desculpo-me por não te ter incomodado mais, por não ter usado mais do teu inútil tempo. Desculpo-me por ter apenas coberto o teu céu, e não deixar que a trovoada se aproximasse. Desculpo-me por não ter deitado todos os teus conselhos de fora, como tu, ao que parece, sempre achaste. Desculpo-me por não ter criado um mar com as minhas lágrimas, onde tu te afundasses. Desculpo-me pelas tempestades que não cheguei a te entregar, tudo por não querer incomodar. Desculpo-me por ter tanto medo de te incomodar, quando tu merecias esse incómodo. Desculpo-me por te ter respondido, e por tanto tempo contigo ter perdido, mas essas desculpas serão entregues a mim própria. Por isso, a mim mesma digo que me desculpes, por todo o tempo desperdiçado, por todo o esforço largado, e por não te amar mais, não te encher de tudo o que precisas, peço desculpa à minha pessoa, pela falta de dedicação que tanto merecia. Com amor, eu própria, que prometo mudar o meu mundo.

 

Photo by Jeremy Bishop on Unsplash